Versões:

(ARC) - 1969 - Almeida Revisada e Corrigida


A ressurreição de Lázaro
11:1
ESTAVA então enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.
11:2
E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com unguento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos; cujo irmão Lázaro estava enfermo.
11:3
Mandaram-lhe pois suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.
11:4
E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus; para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.
11:5
Ora Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro.
11:6
Ouvindo pois que estava enfermo ficou ainda dois dias no lugar onde estava.
11:7
Depois disto, disse aos seus discípulos: Vamos outra vez para a Judeia.
11:8
Disseram-lhe os discípulos: Rabi, ainda agora os judeus procuravam apedrejar-te, e tornas para lá?
11:9
Jesus respondeu: Não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo:
11:10
Mas, se andar de noite, tropeça, porque nele não há luz.
11:11
Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono.
11:12
Disseram pois os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo.
11:13
Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono.
11:14
Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto;
11:15
E folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis: mas vamos ter com ele.
11:16
Disse pois Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.
11:17
Chegando pois Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.
11:18
(Ora Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.)
11:19
E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.
11:20
Ouvindo pois Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro: Maria, porém, ficou assentada em casa.
11:21
Disse pois Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
11:22
Mas também agora sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.
11:23
Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.
11:24
Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia.
11:25
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;
11:26
E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?
11:27
Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.
11:28
E, dito isto, partiu, e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está cá, e chama-te.
11:29
Ela, ouvindo isto, levantou-se logo, e foi ter com ele.
11:30
(Ainda Jesus não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.)
11:31
Vendo pois os judeus, que estavam com ela em casa e a consolavam, que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali.
11:32
Tendo pois Maria chegado aonde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
11:33
Jesus pois, quando a viu chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito, e perturbou-se.
11:34
E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem, e vê.
11:35
Jesus chorou.
11:36
Disseram pois os judeus: Vede como o amava.
11:37
E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse?
11:38
Jesus pois, movendo-se outra vez muito em si mesmo, veio ao sepulcro; e era uma caverna, e tinha uma pedra posta sobre ela.
11:39
Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias.
11:40
Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?
11:41
Tiraram pois a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido.
11:42
Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isto por causa da multidão que está em redor, para que creiam que tu me enviaste.
11:43
E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora.
11:44
E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

Ver capítulo completo

Pesquisando por João 11:1-44 nas obras literárias.

Procurar Vídeos Sobre João 11:1

Referências em Livro Espírita


André Luiz

jo 11:1
Obreiros da Vida Eterna

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 19
Página: -
Francisco Cândido Xavier
André Luiz
Detalhes Comprar
jo 11:1
Nos domínios da mediunidade

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 18
Francisco Cândido Xavier
André Luiz
Detalhes Comprar
jo 11:35
Sexo e destino

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 13
Francisco Cândido Xavier
André Luiz
Detalhes Comprar

Cairbar Schutel

jo 11:1
Parábolas e Ensinos de Jesus

Categoria: Livro Espírita
Ref: 3759
Capítulo: 114
Página: -
Cairbar Schutel
Detalhes Comprar

Wallace Leal Valentim Rodrigues

jo 11:1
À Luz da Oração

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 11
Francisco Cândido Xavier
Diversos
Wallace Leal Valentim Rodrigues
Detalhes Comprar
jo 11:1
Através do Tempo

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 44
Francisco Cândido Xavier
Diversos
Wallace Leal Valentim Rodrigues
Detalhes Comprar
jo 11:1
Coletânea do Além [Feesp]

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 38
Francisco Cândido Xavier
Diversos
Wallace Leal Valentim Rodrigues
Detalhes Comprar

Emmanuel

jo 11:1
Antologia Mediúnica do Natal

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 75
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Deus Conosco

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 171
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Há dois mil anos...

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 8
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Mediunidade E Sintonia

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 2
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Evangelho por Emmanuel, O – Comentários ao Evangelho Segundo Mateus

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 10
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Evangelho por Emmanuel, O – Comentários ao Evangelho Segundo Marcos

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 11
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Evangelho por Emmanuel, O – Comentários ao Evangelho Segundo Lucas

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 202
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Evangelho por Emmanuel, O – Comentários ao Evangelho Segundo João

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 0
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Evangelho por Emmanuel, O – Comentários às Cartas Universais e ao Apocalipse

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 145
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Religião dos espíritos

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 90
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:1
Seara dos Médiuns

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 80
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:9
Pão Nosso

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 153
Página: 317
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:23
Vinha de Luz

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 151
Página: 317
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:43
Levantar e Seguir

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 2
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:43
Segue-me

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 0
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:44
Caminho, Verdade e Vida

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 112
Página: 239
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar
jo 11:44
Palavras de Vida Eterna

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 75
Página: 167
Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Detalhes Comprar

Irmão X

jo 11:1
Lázaro Redivivo

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 0
Francisco Cândido Xavier
Irmão X
Detalhes Comprar
jo 11:1
Luz Acima

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 9
Francisco Cândido Xavier
Irmão X
Detalhes Comprar
jo 11:35
Contos Desta e Doutra Vida

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 8
Francisco Cândido Xavier
Irmão X
Detalhes Comprar

Espíritos Diversos

jo 11:1
O Espírito da Verdade

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 67
Francisco Cândido Xavier
Espíritos Diversos
Detalhes Comprar
jo 11:20
Renascimento Espiritual

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 0
Francisco Cândido Xavier
Espíritos Diversos
Detalhes Comprar

Amélia Rodrigues

jo 11:1
Mensagem do Amor Imortal (A)

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 19
Divaldo Pereira Franco
Amélia Rodrigues
Detalhes Comprar
jo 11:1
Quando Voltar a Primavera

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 15
Divaldo Pereira Franco
Amélia Rodrigues
Detalhes Comprar
jo 11:17
Pelos Caminhos de Jesus

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 4
Divaldo Pereira Franco
Amélia Rodrigues
Detalhes Comprar

Simonetti, Richard

jo 11:1
Setenta Vezes Sete

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 10
Simonetti, Richard
Simonetti, Richard
Detalhes Comprar

Martins Peralva

jo 11:3
Estudando o Evangelho

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 0
Página: 176
Martins Peralva
Detalhes Comprar

Wesley Caldeira

jo 11:6
Da Manjedoura A Emaús

Categoria: Livro Espírita
Ref: 11454
Capítulo: 14
Wesley Caldeira
Wesley Caldeira
Detalhes Comprar

Joanna de Ângelis

jo 11:11
Vida: Desafios e Soluções

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 8
Divaldo Pereira Franco
Joanna de Ângelis
Detalhes Comprar
jo 11:25
Florações Evangélicas

Categoria: Livro Espírita
Ref: 3322
Capítulo: 12
Página: 48
Divaldo Pereira Franco
Joanna de Ângelis
Detalhes Comprar
jo 11:25
Encontro com a Paz e a Saúde

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 11
Divaldo Pereira Franco
Joanna de Ângelis
Detalhes Comprar
jo 11:25
No Rumo da Felicidade

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 13
Divaldo Pereira Franco
Joanna de Ângelis
Detalhes Comprar

Vinícius

jo 11:25
Nas Pegadas do Mestre

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 94
Página: 213
Vinícius
Detalhes Comprar

Carlos Baccelli

jo 11:35
Evangelho de Chico Xavier, O

Categoria: Livro Espírita
Capítulo: 184
Carlos Baccelli
Detalhes Comprar

Referências em Outras Obras


Huberto Rohden

jo 11:1
Nosso Mestre

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 138
Huberto Rohden
Detalhes Comprar

CARLOS TORRES PASTORINO

jo 11:1
Sabedoria do Evangelho - Volume 5

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 3
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:1
Sabedoria do Evangelho - Volume 6

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 22
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:1
Sabedoria do Evangelho - Volume 7

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 28
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:8
Sabedoria do Evangelho - Volume 4

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 22
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:25
Sabedoria do Evangelho - Volume 2

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 31
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:26
Sabedoria do Evangelho - Volume 8

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 2
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar
jo 11:41
Sabedoria do Evangelho - Volume 3

Categoria: Outras Obras
Capítulo: 28
CARLOS TORRES PASTORINO
Detalhes Comprar

Locais

BETÂNIA
Clique aqui e abra o mapa no Google (Latitude:31.767, Longitude:35.267)
Nome Atual: al-Eizariya
Nome Grego: Βηθανία
Atualmente: Israel
Cidade próxima a Jerusalém.Mateus 21:7

Betânia foi originalmente uma aldeia da antiga Judeia, tradicionalmente identificada com a cidade de al-Eizariya, também chamada Azariyeh ou Lazariyeh (em árabe, significando "lugar de Lázaro"), na atual Cisjordânia ocupada, onde se encontra a tumba de Lázaro.

Fica a cerca de 3 km a leste da Cidade Velha de Jerusalém e do Monte das Oliveiras.

O nome vem do grego Bethania, possivelmente a partir do hebraico bét nîyyah, contração de bét nanîyah significando "casa de Ananias". Outros significados possíveis são "casa ou lugar dos figos verdes" ou, ainda, "casa dos pobres" .

A mais antiga casa atualmente existente em al-Eizariya, uma habitação de 2:000 anos, é tida como tendo sido a casa de Marta e Maria, as irmãs de Lázaro. Trata-se de um local muito popular de peregrinação.

Betânia é mencionada diversas vezes (doze, mais exactamente) na Bíblia, como um local visitado por Jesus Cristo. Seu nome foi dado a diversas outras localidades em todo o mundo, de acordo com as variantes em cada idioma. Nos Estados Unidos por exemplo, várias cidades têm o nome de Bethany.

Há uma outra Betânia bíblica, a Betânia do Além Jordão, que não deve ser confundida com a Betânia próxima a Jerusalém.[carece de fontes?]



BETÂNIA
Clique aqui e abra o mapa no Google (Latitude:31.767, Longitude:35.267)
Nome Atual: al-Eizariya
Nome Grego: Βηθανία
Atualmente: Israel
Cidade localizada na região da Peréia, a leste do rio Jordão, reino de Heródes Antipas

CESARÉIA
Atualmente: ISRAEL
Capital da província romana da Judeia. Cidade portuária

ISRAEL
Atualmente: ISRAEL
País com área atual de 20.770 km2 . Localiza-se no leste do mar Mediterrâneo e apresenta paisagem muito variada: uma planície costeira limitada por colinas ao sul, e o planalto Galileu ao norte; uma grande depressão que margeia o rio Jordão até o mar Morto, e o Neguev, uma região desértica ao sul, que se estende até o golfo de Ácaba. O desenvolvimento econômico em Israel é o mais avançado do Oriente Médio. As indústrias manufatureiras, particularmente de lapidação de diamantes, produtos eletrônicos e mineração são as atividades mais importantes do setor industrial. O país também possui uma próspera agroindústria que exporta frutas, flores e verduras para a Europa Ocidental. Israel está localizado numa posição estratégica, no encontro da Ásia com a África. A criação do Estado de Israel, gerou uma das mais intrincadas disputas territoriais da atualidade. A criação do Estado de Israel em 1948, representou a realização de um sonho, nascido do desejo de um povo, de retornar à sua pátria depois de mil oitocentos e setenta e oito anos de diáspora. Esta terra que serviu de berço aos patriarcas, juízes, reis, profetas, sábios e justos, recebeu, Jesus o Senhor e Salvador da humanidade. O atual Estado de Israel teve sua origem no sionismo- movimento surgido na Europa, no século XIX, que pregava a criação de um país onde os judeus pudessem viver livres de perseguições. Theodor Herzl organizou o primeiro Congresso sionista em Basiléia, na Suíça, que aprovou a formação de um Estado judeu na Palestina. Colonos judeus da Europa Oriental – onde o anti-semitismo era mais intenso, começaram a se instalar na região, de população majoritariamente árabe. Em 1909, foi fundado na Palestina o primeiro Kibutz, fazenda coletiva onde os colonos judeus aplicavam princípios socialistas. Em 1947, a Organização das Nações Unidas (ONU) votou a favor da divisão da Palestina em dois Estados: um para os judeus e outro para os árabes palestinos. Porém, o plano de partilha não foi bem aceito pelos países árabes e pelos líderes palestinos. O Reino Unido que continuava sofrer a oposição armada dos colonos judeus, decidiu então, encerrar seu mandato na Palestina. Em 14 de maio de 1948, véspera do fim do mandato britânico, os líderes judeus proclamaram o Estado de Israel, com David Bem-Gurion como primeiro-ministro. Os países árabes (Egito, Iraque, Síria e Jordânia) enviaram tropas para impedir a criação de Israel, numa guerra que terminou somente em janeiro de 1949, com a vitória de Israel, que ficou com o controle de 75% do território da Palestina, cerca de um terço a mais do que a área destinada ao Estado judeu no plano de partilha da ONU.

JERUSALÉM
Clique aqui e abra o mapa no Google (Latitude:31.783, Longitude:35.217)
Nome Atual: Jerusalém
Nome Grego: Ἱεροσόλυμα
Atualmente: Israel
Jerusalém – 760 metros de altitude (Bronze Antigo) Invasões: cercada por Senequaribe em 710 a.C.; dominada pelo Faraó Neco em 610, foi destruída por Nabucodonosor em 587. Depois do Cativeiro na Babilônia, seguido pela restauração do templo e da cidade, Jerusalém foi capturada por Ptolomeu Soter em 320 a.C., e em 170 suas muralhas foram arrasadas por Antíoco Epifânio. Em 63 a.C. foi tomada por Pompeu, e finalmente no ano 70 de nossa era foi totalmente destruída pelos romanos.

Localizada em um planalto nas montanhas da Judeia entre o Mar Mediterrâneo e o mar Morto, é uma das cidades mais antigas do mundo. De acordo com a tradição bíblica, o rei Davi conquistou a cidade dos jebuseus e estabeleceu-a como a capital do Reino Unido de Israel, enquanto seu filho, o rei Salomão, encomendou a construção do Primeiro Templo.

JUDÉIA
Atualmente: ISRAEL
Província romana, localizada a partir de Jerusalém, em direção ao sul. Deserto da Judéia corresponde a faixa de terra despida, pedregosa e de aspecto agreste, que percorre quase toda a costa ocidental do Mar Morto. I Samuel 17:28 e Números 23:28

MORTO
Atualmente: ISRAEL
O Mar Morto é um grande lago salgado, que possui 80 quilômetros de extensão, por 12 quilômetros de largura e está situado entre ISRAEL e Jordânia numa altitude de 400 metros abaixo do nível do mar. O Mar Morto pode ser comparado a um ralo que recebe todos os minerais que escorrem das montanhas vizinhas trazidos pela chuva: enxofre, potássio, bromo, fosfato, magnésio e sódio. A lama que se forma no fundo, é aproveitada para banhos e cosmética. Em suas águas, seis vezes mais salgadas do que as do oceano, vivem apenas microorganismos muito simples. Praticamente, não há vida.

UR
Atualmente: IRAQUE
Cidade de origem de Abraão, localizada na baixa Mesopotâmia. Alguns autores calcularam uma população de 360.000 habitantes enquanto outros acham que poderia ter cerca de 200.000 habitantes. Estas hipóteses explicam-se pela extrema fertilidade proporcionada pelos Rios Tigre e Eufrates. Encontrado um documento de aproximadamente 1700 a.C., que os especialistas chamaram de almanaque do lavrador. Descreve os trabalhos agrícolas, que começavam logo depois das chuvas de outubro-novembro. Os textos da III Dinastia de Ur mencionam escultores, ourives, cortadores de pedra, carpinteiros, forjadores de metais, curtidores, alfaiates, calafates. Havia grandes oficinas pertencentes aos templos e palácios. Por volta de 2900 a.C., trabalhavam cerca de 6:400 artesãos têxtis. O comércio entre as cidades da Baixa Mesopotâmia era feito através da navegação pelos rios e canais.

UR DOS CALDEUS
Clique aqui e abra o mapa no Google (Latitude:30.95, Longitude:46.1)
Abraão, descendente de Sem e pai da nação hebraica, nasceu nessa grande cidade (Gênesis 11:27-28).

Judeia

Judeia (do hebraico יהודה "louvor", Yəhuda ; em hebreu tiberiano Yəhûḏāh), em árabe: يهودية, Yahudia, em grego: Ἰουδαία, Ioudaía; em latim: Iudaea) é a parte montanhosa do sul de Israel, entre a margem oeste do mar Morto e o mar Mediterrâneo. Estende-se, ao norte, até as colinas de Golã e, ao sul, até a Faixa de Gaza, correspondendo aproximadamente à parte sul da Cisjordânia.

Atualmente, a Judeia é considerada parte da Cisjordânia pelos árabes, enquanto para o governo israelense a região é a Judeia e a Samaria, excluindo Jerusalém Oriental. A Organização das Nações Unidas utilizou-os em 1948 para se referir à parte sul da atual Cisjordânia.

No terceiro milénio anterior à Era Cristã começaram a surgir as primeiras cidades, certamente em contacto com as grandes civilizações que se desenvolveram nos vales do Nilo e a Mesopotâmia. Quando os hebreus chegaram à terra de Canaan, a região encontrava-se já ocupada pelos cananeus. O povo hebreu, originalmente um clã semita que se refugiara no Egito devido a uma fome em Canaã, passou a ser escravizado após a morte de seu protetor, José do Egito, o que durou por 430 anos. Sob a liderança de Moisés, deixaram o cativeiro no Egito por volta de 1447 a.C., segundo o Livro do Êxodo. De início, fixaram-se nas regiões localizadas a oeste do mar Morto, mas pouco a pouco, liderados por Yehoshua ben Nun, derrotaram os Cananeus, e ocuparam as margens do Mediterrâneo e as terras do norte de Canaan.

No século XII a.C., os chamados povos do mar, entre eles os filisteus, ocuparam as planícies litorâneas. As constantes lutas entre os dois povos terminaram com a vitória dos hebreus.

No século X a.C., Israel aproveitou o enfraquecimento dos grandes impérios vizinhos para expandir o seu território. O país, que alcançou o seu apogeu ao longo dos reinados de David e Salomão, foi mais tarde dividido em dois reinos: Israel, ao norte, fundada pelo Rei Jeroboão I e que fora invadido pelos Assírios, e Judá, ao sul. Israel foi transformado em tributário da Assíria. Logo após subir ao trono, em 721 a.C., Sargão II conquistou o país e deportou a maior parte de seus habitantes. No sul, o reino de Judá conservou sua precária independência até 587 a.C., quando Nabucodonosor II o arrasou e deportou sua população para a Babilónia. Em 539 a.C., quando o xá aquemênida Ciro, o Grande apoderou-se da Babilônia, este permitiu que muitos hebreus pudessem regressar à sua região. Depois da conquista do Império Aquemênida pelo macedônio Alexandre o Grande, a terra de Canaan ficou submetida à influência helenística.

Após a Conquista da região pelos gregos, a Judeia é invadida pelo Império Romano. Com os romanos é que a região ficará conhecida como Palestina. Segundo Flávio Josefo, o nome Palestina ocorre depois das guerras Judaica-Romana.




Comentários

Beacon

Comentário Bíblico de Beacon - Interpretação abrangente da Bíblia por 40 teólogos evangélicos conservadores






Champlin

Antigo e Novo Testamento interpretado versículo por versículo por Russell Norman Champlin é cristão de cunho protestante




















































































Genebra

Comentários da Bíblia de Estudos de Genebra pela Sociedade Bíblica do Brasil para versão Almeida Revista e Atualizada (ARA)






Matthew Henry

Comentário Bíblico de Matthew Henry, um pastor presbiteriano e comentarista bíblico inglês.






Wesley

Comentário bíblico John Wesley - Metodista - Clérigo Anglicano






Wiersbe

Comentário bíblico expositivo por Warren Wendel Wiersbe, pastor Calvinista






Russell Shedd

Comentários da Bíblia por Russell Shedd, teólogo evangélico e missionário da Missão Batista Conservadora.






NVI F. F. Bruce

Comentário Bíblico da versão NVI por Frederick Fyvie Bruce, um dos fundadores da moderna compreensão evangélica da Bíblia






Moody

Comentários bíblicos por Charles F. Pfeiffer, Batista






















































Dúvidas

Manual Popular de Dúvidas, Enigmas e Contradições da Bíblia, por Norman Geisler e Thomas Howe


















Francis Davidson

O Novo Comentário da Bíblia, por Francis Davidson












John MacArthur

Comentario de John Fullerton MacArthur Jr, Novo Calvinista, com base batista conservadora






Barclay

O NOVO TESTAMENTO Comentado por William Barclay, pastor da Igreja da Escócia






Notas de Estudos jw.org

Disponível no site oficial das Testemunhas de Jeová

































































































Apêndices

Principais acontecimentos da vida terrestre de Jesus

Ministério de Jesus ao leste do Jordão







Medidas, pesos e dinheiro








Israel nos dias de Jesus








Gênesis e as viagens dos patriarcas









Mapas Históricos

O MINISTÉRIO DE JESUS: O ÚLTIMO ANO

abril de 32 d.C. a abril de 33 d.C.







A GEOGRAFIA DA PALESTINA








JERUSALÉM NO TEMPO DO NOVO TESTAMENTO








As condições climáticas de Canaã








A Agricultura de Canaã








GEOLOGIA DA PALESTINA








HIDROLOGIA, SOLO E CHUVAS NA PALESTINA








O CLIMA NA PALESTINA








CIDADES DO MUNDO BÍBLICO








ESTRADAS E TRANSPORTE NO MUNDO BÍBLICO








JARDIM DO ÉDEN








ABRAÃO NA PALESTINA








OS PATRIARCAS NA PALESTINA









Colaboradores

Esta é uma área reservada para apresentar os materiais enviados pelos colaboradores.
Contribua conosco. Envie seus estudos sobre João 11:1-44.
Podem ser texto, planilha, áudio, apresentação ou vídeo.

Enviar meu Material


Referências Bíblicas de João 11:1-44

Como a bíblia foi escrita por diversos autores e em períodos e regiões diferentes, a ocorrência de conteúdo cruzado é um ponto útil para o estudo já que explica o texto com referências da própria bíblia.

Ver referências